O Coral Plenitude é um órgão oficial de louvor da ADEMP. Sua primeira apresentação deu-se na noite de 02/mar./02, no culto em ação de graças pela instalação da igreja no salão da Rua Oiti, em Cidade Satélite.

A história do grupo registra os nomes de suas regentes fundadoras: Edith dos Santos Galvão e Gleide Lúcia dos Santos Galvão. E de seus primeiros coristas (por classificação de voz):

Coral Plenitude, em sua noite inaugural.

> Sopranos: Ana Lins de Medeiros Marques, Daniely de Medeiros Marques, Edilma Gomes de Oliveira Baraúna, Girlene Duarte de Farias, Gleide Lúcia dos Santos Galvão, Josélia Almeida da Rocha Pereira

> Contraltos: Edilma Xavier Oliveira do Nascimento, Edith dos Santos Galvão, Gesiane do Santos Galvão, Kylsse Alves da Silva e Maria das Dores Furtado Alves e Vilma Araújo da Costa.

> Tenores: José Ricardo da Rocha Pereira, Luís Carlos Pimenta de Morais e Gesiel Alves Galvão.

> Baixos: Arnaldo Ribeiro de Medeiros, Daniel Augusto do Nascimento e Dezidério José Neto.

Nos seu dois primeiros anos de existência, o Coral permaneceu sob a liderança de suas regentes fundadoras. Nesse período, desligaram-se do grupo os componentes Arnaldo Medeiros, Ana Marques, Daniely Marques, Gleide Galvão e Ricardo Pereira; enquanto passaram a integrar o mesmo: Avani Figueiredo da Silva, Lelineide Brito da Cruz e Rogéria Gomes Barbosa de França (sopranos); Neide Duarte de Morais (contralto); José Joelson Guedes e Raimundo Miguel da Silva Júnior (tenores).

Clique na foto para ampliá-la.

Em 2004, Edilma Nascimento assumiu como 2º Regente, em lugar de Gleide Galvão. Ao longo desse ano, o Coral recebeu Edilva Gomes Pedroza e Mírian Xavier de Araújo (sopranos); Ruth Chagas Fernandes (contralto); Élder dos Santos Galvão (tenor); e Josué Queiroz Fernandes (baixo).

Nos anos de 2005 e 2006, Edilva Gomes Pedroza Galvão desempenhou a função de 2º Regente; mantida a regente fundadora em sua função.

Coral Plenitude, em ação de graças pelo seu
3º aniversário, festejado em 15/maio/05.

Ao final de 2006, Gleide Lúcia retornou à sua função original de 2º Regente do Coral, na qual permaneceu até maio de 2012.

Nesse período, o Coral perdeu importantes componentes, a exemplo do casal Josué/Ruth Fernandes, por enfermidade; de Jaciratan Ramos e do casal Krigger/Suênia Silva, por mudança de domicílio; além de Gesiel Galvão, por óbito.

Coral Plenitude, na ação de graças pelo seu
5º aniversário, festejado em 27/maio/07.

Clique na foto para ampliá-la.

Em 7 de outubro de 2012, em decorrência das limitações físicas naturais da idade, a veneranda Edith Galvão encerrou sua bela e profícua trajetória como regente titular e fundadora do Coral Plenitude.

Clique na foto para ampliá-la.

Indelével, na história da ADEMP, a imagem do Coral Plenitude, com ex-componentes, no culto em dupla ação de graças pelo seu 10º aniversário, na data magna dos 80 anos da maestrina Edith dos Santos Galvão (de costas, sentada).

Catedral da Plenitude, em 15/abril/2012.

Findo esse ciclo, o Pr. Gilson Oliveira apresentou à igreja, no culto dominical do dia 28/out./12, o maestro e presbítero Paulo Henrique Albino de Lima, especialmente convidado para preparar o Coral Plenitude para a segunda fase da existência desse importante órgão da ADEMP.